Governador anuncia programa ‘Tá na Mesa’ com mais de 552 mil refeições ao preço de R$ 1 que beneficiará 83 cidades na Paraíba

A preocupação com a segurança alimentar dos paraibanos que estão em situação de vulnerabilidade ganha mais um reforço com o programa ‘Tá na Mesa’, anunciado pelo governador João Azevêdo, nesta segunda-feira (10). O gestor disse que 83 municípios com mais de 10 mil habitantes serão beneficiados ao longo dos três meses de realização do programa. O investimento estimado é de mais de R$ 4 milhões por mês.

Como acompanhou o ClickPB, o lançamento do edital do chamamento dos restaurantes que participarão do programa sairá até o dia 17 de maio. O início do fornecimento das refeições se dará em menos de 30 dias.

“Por mês nos iremos ter o fornecimento de 552 mil refeições. Nós queremos fazer com que cada cidade que receba esse programa, possa atender as pessoas que estão em risco com a segurança alimentar, neste momento de pandemia. Além de fomentar a economia local, nós estamos ajudando as pessoas em vulnerabilidade social que estão em risco”, explicou.

Segundo o chefe do executivo, mais de 25 mil refeições diárias serão fornecidas nos 83 municípios. “Assim que fecharmos os contratos com os restaurantes se iniciará o fornecimento das refeições. Nós iremos fazer 83 contratos e a medida em que os contratos ficarem prontos, as refeições serão liberadas”, destacou.

Ele ainda destacou que o programa se somará aos demais já existentes como o cartão alimentação que ajuda mais de 25 mil pessoas. “Sabemos que os auxílios irão terminar, mas nós queremos complementar. Temos o cartão alimentação, mas não iremos mexer nesse cartão. A segurança alimentar nos preocupa e por isso estamos lançando mais esse programa”, explicou.

 

Click PB

 

 

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *