Governador da Paraíba destaca que mais de 16 milhões de vacinas chegam ao Brasil em fevereiro e fala da importância da parceria com a China para ampliar imunização

 

O governador João Azevêdo, em entrevista ao programa ‘Conversa com o Governador, da rádio Tabajara, nesta segunda-feira (8) explicou sobre o cronograma do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), parceria que o país fez com a China. Conforme acompanhou o ClickPB, o gestor destacou a reunião feita com o embaixador chinês que garantiu o repasse dos insumos para o aumento da produção de vacinas em todo o país.

Segundo o chefe do executivo, mais de R$ 16 milhões de doses da Coronavac chegarão ao país nos próximos dias por meio dessa parceria com a China. “No dia 3 chegou uma quantidade desses insumos para o Butantan, que já iniciou a produção e com isso permitiu que no dia 23 cheguem mais de 8 milhões de doses. Agora dia 10 chegará mais insumos que produzirá mais R$ 8 milhões de doses. Através desse consórcio poderá chegar ainda mais vacinas nos próximos meses”, revelou.

Para ele, essa conquista é fruto do diálogo feito entre os govenadores e o embaixador da China para agilizar todo o processo de envio dos insumos. “Tivemos uma reunião produtiva para apresentar ao embaixador chinês a nossa preocupação com relação a entrega do IFA que estabelece um cronograma de entrega dos insumos nos próximos meses para a produção de vacinas nos Institutos Butantan e Fiocruz, permitindo aos estados um melhor planejamento para a distribuição dos imunizastes”, destacou.

As mais de 56 mil doses da Covonavac fazem parte da quarta remessa, que chegou neste domingo na Paraíba e já foram distribuídas para as 12 gerencias regionais que atendem os 223 municípios durante esta segunda-feira (8). De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, a Secretaria de Saúde do Estado orienta a vacinação de 94% das doses para idosos com mais de 90 anos e 6% para profissionais de saúde.

Segundo a SES, até o momento, 60% dos profissionais de saúde da linha de frente já foram imunizados, motivo pelo qual a campanha de vacinação se amplia para os idosos em situação de vulnerabilidade como os acamados, mais expostos aos riscos graves da doença. O plano avança para proteger os mais vulneráveis, com a mortalidade maior.

Ainda segundo o governador, os prefeitos devem priorizar a vacinação para “diminuir internações e o número de óbitos, os prefeitos devem agilizar a vacinação. Nós iremos cada vez mais ampliar as faixar etárias conforme a chegada de mais vacinas, cobrindo os grupos de risco”, destacou.

 

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *