Israel acelera vacinação e quer sair da pandemia em março

Israel iniciou a vacinação em massa da população uma semana antes da União Europeia, que começou nesse domingo (27) e o sistema de saúde integrado já administrou 280 mil vacinas, o ritmo mais rápido do mundo, com isso, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu espera que o país consiga sair da pandemia em março de 2021. As informações são da Agência Reuters.

Enquanto a vacinação segue nesse ritmo, o país também iniciou o último bloqueio para restringir a proliferação do coronavírus.

O primeiro-ministro tenta reeleição após deslizar no início da pandemia como suspender a primeira quarentena e a declaração prematura de vitória em maio.

Para aumentar a velocidade, Israel estuda abrir os postos de vacinação 24 horas por dia e sete dias por semana. A intenção é dobrar o número de doses diárias administradas para 150 mil até o próximo fim de semana, com isso, até o fim de janeiro, metade dos nove milhões de israelenses já estaria vacinada. Ao todo o país tem 400 mil casos e 3.210 mortes.

“Assim que terminarmos com esse estágio, em 30 dias poderemos emergir do coronavírus, abrir a economia e fazer coisas que nenhum país pode fazer”, disse Netanyahu em um discurso pela televisão.

O primeiro-ministro conservador concorre às eleições do dia 23 de março, convocadas depois que sua coalizão governista entrou em colapso neste mês.

 

 

Terra

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *