Juiz eleitoral notifica as 14 coligações de João Pessoa para não promover eventos com aglomeração, sob multa de R$ 10 mil

O juiz eleitoral Adhailton Lacet Correia Porto, responsável pela propaganda de rua em João Pessoa, determinou que os 14 candidatos a prefeito do município, assim como suas coligações, se abstenham de realizar eventos que provoquem aglomeração, sob pena de multa de R$ 10 mil por evento ou por dia. Foram expedidas 14 decisões com este teor, uma para cada coligação.

A representação, com pedido de tutela inibitória de urgência, foi feita pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e acatada pelo juiz.

O texto destaca que as carreatas, tipo de evento que não era proibido, estão provocando aglomerações e o distanciamento não está sendo assegurado. O MPE argumenta que se tais eventos levarem ao aumento do número de casos de covid-19 e internações, a realização das eleições pode ser comprometida.

Cada coligação terá o prazo de dois dias para apresentar defesa, depois será a vez do Ministério Público se manifestar, em um dia. Após, com ou sem parecer, conclusos para sentença.

 

 

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *