Jurados usam telefones durante júri popular e sessão é anulada em Conceição

Uma sessão do Tribunal do Júri foi anulada, depois que foi descoberto o uso de aparelhos de celular, por parte dos jurados, durante o julgamento, na tarde desta segunda-feira (15), em Conceição.

Com a descoberta durante o júri foi confirmada a quebra de incomunicabilidade entre os jurados, que participavam da sessão, fato que culmina com a anulação da sessão.

Inconformado com o fato ocorrido, um dos advogados de um dos réus em julgamento, requereu que fosse quebrado o sigilo dos aparelhos de celulares de alguns jurados, que participavam da sessão.

Por outro lado, o representante do Ministério Público também requereu o acolhimento da defesa para que o júri fosse anulado em função da quebra da incomunicabilidade.

Diante do exposto, o juiz Francisco Thiago da Silva Rabelo, que presidiu a sessão, indeferiu o pedido para que fosse quebrado o sigilo dos aparelhos de celular dos jurados envolvidos no fato e deferiu no sentido de anular e realizar uma nova sessão, que ainda não teve data definida.

Assista ao júri, abaixo e veja o momento final, quando foi anulada a sessão

 

 

Vale do Piancó Notícias
Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *