Justiça bloqueia bens de ex-prefeita de Boa Ventura

A juíza Hyanara Torres, da 3ª Vara da comarca de Itaporanga, determinou, liminarmente, a indisponibilidade dos bens da ex-prefeita de Boa Ventura, Leonice Lopes, na ação em que responde por improbidade por ter mantido na Prefeitura, durante sua gestão, sete funcionários supostamente fantasmas.

A decisão da magistrada atendeu requerimento do Ministério Público, que é autor da ação. A investigação ministerial começou com uma denúncia formulada em 2019 por quatro vereadores da oposição época: Thalles Oliveira, Maria Livoneide, João Neto e André Lacera, atual vice-prefeito do município e hoje ligado politicamente a ex-prefeita.

A partir da denúncia dos parlamentares mirins dando conta da existência de funcionários que recebiam o pagamento mensamente, mas não prestavam serviço ao município, inclusive a maioria deles residindo fora de Boa Ventura, o Ministério Público apurou e constatou as irregularidades que resultaram em um prejuízo ao erário público de quase 340 mil reais, conforme o MP.

A Justiça aceitou a denúncia contra a ex-prefeita e sete ex-servidores municipais, que também tiveram seus bens bloqueados para o ressarcimento do patrimônio público em caso de futura condenação, mas o mérito da ação ainda vai ser examinado pela magistrada, que poderá condenar ou absolver os réu.

 

 

 

 

Folha do Vale

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *