Lei de Adriano Galdino que combate violência doméstica é adotada em São Paulo

A Lei 11.657, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, que obriga condomínios e conjuntos residenciais a denunciarem à polícia casos de agressões domésticas contra mulheres, tem sido motivo de debate e servido como exemplo em alguns estados do país. A mesma Lei foi adotada pelo estado de São Paulo e já entrou em vigor durante a semana.

“A Lei foi criada para facilitar a vida de cidadãos e proteger as vítimas da violência doméstica. Nós ficamos felizes pelo fato de outros estados, a exemplo de São Paulo, também adotarem uma proposta tão importante para a população. A Lei é importante para inibir as agressões, e é importante que os síndicos se documentem para evitar eventuais punições”, ressaltou Adriano Galdino.

A multa por descumprimento é de até R$ 103 mil. De acordo com o texto da lei, os moradores dos conjuntos residenciais ou condomínios que presenciarem agressão devem comunicar imediatamente o caso ao síndico ou para a administradora de condomínios. O sigilo deve ser preservado. O ato de violência deve ser denunciado à Delegacia Especializada da Defesa da Mulher. Na denúncia devem constar as informações de qualificação dos moradores, do respectivo apartamento ou casa, endereço e o telefone da vítima, no caso do denunciante ter o contato.

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *