Ministério da Saúde diz em rede social que não há remédio que previna ou cure a Covid-19, mas apaga post

O Ministério da Saúde escreveu em sua conta no Twitter nesta quarta-feira (18) que não existem remédios ou outras substâncias que previnam ou curem a Covid-19. O ministério acrescentou que a “maior ação” contra o vírus é o isolamento social e adoção de medidas de proteção individuais. Cerca de uma hora depois, apagou a mensagem.

O post do ministério era uma resposta a uma usuária que comentou outro texto da pasta, que falava sobre a importância de a população procurar uma unidade de saúde após identificar sintomas da doença.

“Olá! É importante lembrar que, até o momento, não existem vacina, alimento específico, substância ou remédio que previnam ou possam acabar com a Covid-19. A nossa maior ação contra o vírus é o isolamento social e a adesão das medidas de proteção individual”, dizia a postagem do ministério.

Postagem do Ministério da Saúde que foi apagada dizia que não há remédios contra a Covid-19 e que o isolamento é a maior prevenção — Foto: Reprodução

Postagem do Ministério da Saúde que foi apagada dizia que não há remédios contra a Covid-19 e que o isolamento é a maior prevenção — Foto: Reprodução

Questionado, o Ministério da Saúde não havia respondido, até a última atualização desta reportagem, por que o texto foi apagado.

A postagem contrariava os métodos defendidos pelo presidente Jair Bolsonaro no combate à pandemia.

Assim que os primeiros casos de Covid-19 começaram a ser registrados no país, Bolsonaro se posicionou contra as medidas de isolamento social, adotadas por governos estaduais e municipais a partir de orientações de autoridades sanitárias internacionais.

O presidente também defende, ao longo de toda a pandemia, o uso de medicamentos que, segundo ele, curam a doença. Não há nenhuma comprovação científica da eficácia dos remédios. Um desses remédios propalados por Bolsonaro é a hidroxicloroquina, mas estudos feitos em diversos países não atestaram nenhum efeito positivo do medicamento.

 

 

 

Agência Brasil

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *