Paraíba é o 2º estado do Brasil e 1º do Nordeste com menor ocupação dos leitos

O Boletim Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) aponta que de 15 a 21 de agosto se manteve uma tendência de queda de diversos indicadores da pandemia que vêm sendo acompanhados pela Fiocruz, entre eles o das taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos. O material evidencia que a Paraíba é o 2º estado Brasileiro com a menor ocupação de leitos dedicados ao vírus, figurando como o primeiro no ranking Nordeste.

Duas capitais estão com taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 superiores a 80%: Boa Vista (84%) e Rio de Janeiro (96%). João Pessoa está entre as 20 capitais fora da zona de alerta com a ocupação média de 16%, sendo menor que a do Recife (43%), Maceió (23%), Aracaju (45%), Salvador (26%). O estudo aponta que quatro capitais estão na zona de alerta intermediário: Belo Horizonte (64%), Curitiba (72%), Goiânia (73%) e Brasília (63%).

O Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz ressalta ainda que o controle da pandemia está ancorado na vacinação, no uso de máscara e no distanciamento físico, que continuam sendo estratégias fundamentais para o enfrentamento da Covid-19.

A Paraíba já vacinou 80% da população adulta com pelo menos uma dose, ou dose única, o equivalente a 59,24%  da população total do estado. De acordo com o secretário de saúde do estado, Geraldo Medeiros, esta melhora nos indicadores já é percebida pelo monitoramento da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e que já possibilitou a retomada de serviços para a população.

“Nós ampliamos leitos, estamos mantendo o ritmo da vacinação e já percebemos a melhora nos indicadores, o que já se reflete na queda de ocupação total de leitos Covid-19, que têm se mantido com média de 20%. Essa atualização de cenário possibilitou a retomada de vistas presenciais com novos protocolos no Hospital Metropolitano, o retorno dos atendimentos ambulatoriais e das cirurgias eletivas no estado, bem como a continuidade do Programa Opera Paraíba”, reforça o secretário.

O estado mantém a estabilidade nos índices, também de acordo com análise situacional e evolutiva da pandemia da covid-19 do Plano Novo Normal Paraíba. 99% dos municípios paraibanos encontram-se em bandeira amarela, com a possibilidade maior de flexibilização das atividades. Embora seja um quadro animador, o Boletim da Fiocruz ressalta que é preciso ter cautela por conta da propagação da variante Delta no País. A Paraíba ainda não apresenta casos da nova cepa, embora estados vizinhos já tenham notificado casos da Delta. O Boletim Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz completo pode ser acessado no link: bit.ly/3gzXcHZ 

 

 

Wscom

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *