Preso é espancado até a morte dentro de presídio

Um detento foi encontrado morto na Penitenciária Segurança Máxima de Campina Grande, neste sábado (30). O homem foi identificado como Pedro Adriano da Silva, de 37 anos. Ele teria sido espancado até a morte por outro preso.

Desde 16 de setembro, o apenado estava recolhido no presídio, suspeito de abuso sexual contra uma criança de 11 anos, em Lagoa Seca.

Edson Valdevino, suspeito de matar Pedro Adriano, havia sido preso no município de Remígio. Eles teriam uma ‘rixa’ antiga desde o Rio Grande do Norte, quando Pedro teria tentado abusar de uma outra criança e foi impedido justamente por Edson.

 

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *