Reforma do TJPB será concluída nos próximos meses

A reforma do Palácio da Justiça da Paraíba terá suas obras aceleradas para que sejam concluídas ainda este ano. O presidente do Tribunal, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, e o governador do Estado, João Azevedo, tiveram nesta segunda-feira o compromisso da superintendente da Suplan (Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado), Simone Guimarães, de que todos os esforços serão feitos para que a obra seja entregue à população paraibana o mais breve possível.

“Vamos fazer um esforço conjunto para que essa importante obra seja concluída e devolvida não apenas ao judiciário, mas à população paraibana como um todo. O Palácio da Justiça é um patrimônio que faz parte da História da Paraíba e será resgatado para o povo, inclusive voltando a receber a visitação pública à cripta que guarda os restos mortais do ex-presidente Epitácio Pessoa”, afirmou o presidente do TJ, desembargador Saulo Benevides.

O Palácio da Justiça é tombado pelo Iphaep (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico  do Estado da Paraíba) e pelo Iphan (Instituto do patrimônio Histórico e Artístico Nacional). O prédio da antiga Escola Normal passou a sediar o Tribunal de Justiça da Paraíba em 1939. O edifício está passando por uma grande reforma iniciada no ano passado numa parceria entre o TJPB e o Governo do Estado, através da Suplan. Além da reestruturação das paredes e teto, o edifício terá refeita toda a parte hidráulica, elétrica e de cabeamento de telefones e internet.

 

 

Gecom-TJPB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *