Sessão da Câmara Municipal de Cacimbas termina em confusão, agressões e pancadaria

Briga

A sessão da Câmara Municipal de Cacimbas, no Sertão paraibano, teve briga, agressão física e precisou da presença da polícia para continuar nesse domingo (20). Em determinado momento da sessão, um popular que estava assistindo a votação levantou-se e agrediu o chefe gabinete da Câmara, José Clênio, que acabou chocando-se contra uma porta de vidro, que se quebrou.

O agressor foi identificado como José Arruda, marido da vereadora Feliciana Arruda. De acordo com José Clênio, o suspeito tentou por diversas vezes tumultuar a sessão porque queria que o projeto relacionado a melhorias para os professores municipais fosse votado primeiro. Os vereadores, porém, precisavam aprovar a Lei de diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) antes disso.

Outra questão, segundo José Clênio, foi que a vereadora Feliciana Arruda não quis votar no início da sessão pois afirmava não fazer parte da comissão que deveria emitir o parecer, mas o chefe de gabinete disse que ela era sim integrante da comissão. Quando ela resolveu votar, o funcionário retrucou ”Agora já é? (parte da comissão)”. A brincadeira teria irritado a vereadora e o marido, que partiu para a agressão.

Com a confusão, o presidente da Câmara, José Pereira, precisou suspender a sessão por 20 minutos e acionar a polícia. A sessão ainda foi suspensa por mais 20 minutos antes de ser retomada. ”Poderia ter deixado para outro dia, mas pensei nos professores que têm ido a minha casa todos os dias pedir para votar o projeto”, disse José Pereira. O projeto foi aprovado por unanimidade.

Quando a polícia chegou, o suspeito da agressão não estava mais no local. O funcionário afirmou que não pretende representar contra ele pela agressão sofrida, mas que a Câmara deve fazer uma representação para a reparação dos danos, inclusive da porta de vidro quebrada.

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *