Em Patos, adutora estoura e água invade casas

Na madrugada deste sábado, dia 05, por volta das 04h00, vários moradores da Rua do Nego, Centro de Patos, acordaram assustados com água invadindo casas na localidade.

O fato se deu após o estouramento de um cano de 300 milímetros da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba, Regional das Espinharas (CAGEPA/Espinharas). O caso se agravou diante da água ficar represada, pois o bueiro estava tampado e houve acúmulo de água.

A jovem Mariana Almeida relatou que todos na sua residência acordaram assustados ao presenciarem a cena. Mariana mora com sua mãe e avó na residência que teve móveis danificados. “Foi muita água! Tudo está muito molhado e tivemos problemas na geladeira, sofá, cama, guarda roupa, armário e todos os móveis da casa e roupas”.

Funcionários da CAGEPA/Espinharas fizeram o fechamento de registros e comunicaram que o estouramento se deu na adutora que existe na Rua do Prado, no trecho próximo ao Espetinho do Raniery e a água escoou até a Rua do Nego. O dano vai deixar sem água vários bairros da cidade de Patos e se acredita que no final da tarde deste sábado o fornecimento se normaliza após o conserto.

Guarnições do 4º Batalhão do Bombeiro Militar (4º BBM) foram acionadas e junto com moradores conseguiram abrir a tampa do bueiro. Após alguns minutos, a água baixou.

Cerca de 4 outras residências foram prejudicadas, no entanto, a da família da jovem Mariana foi a mais danificada. A CAGEPA deve entrar em contato com as famílias para dar os encaminhamentos ao caso.

 

 

 

 

 

 

 

 

Patosonline

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *