Tribunal de Contas do Estado alerta prefeito de Piancó sobre gastos com pessoal

O Tribunal de Contas da Paraíba(TCE), emitiu um alerta para o prefeito de Piancó, Daniel Galdino,, advertindo-o, dentre outros pontos de ordem orçamentária, sobre o índice com gastos com pessoal no Poder Executivo.

O alerta número 01974/21 foi emitido em 01 de julho de 2021 e assinado pelo conselheiro em exercício Oscar Mamede Santiago Melo.

Em consulta à folha de pessoal do município de Piancó, é possível verificar que o número de servidores contratados por excepcional interesse público e comissionados atinge uma média de 329 pessoas, em contraponto ao número de efetivos, que são 544 servidores. Ou seja, o número de servidores temporários, admitidos pelo critério da confiança do prefeito, chega a 60% do número de efetivos.

Nessa linha, os gastos com efetivos atinge R$ 1.326.196,41 mensais, enquanto que os gastos com temporários chega ao valor mensal de R$ 748.035,14 ao mês . Em 10 meses de 2021, já foram gastos 13 milhões de reais com efetivos e 8 milhões de reais com servidores temporários.

Por sua vez, na folha de pagamento constam três servidores com salários acima do teto municipal, que variam de 18 a 28 mil reais.

 

 

Diário do Sertão.

 

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *