Janela partidária: veja como ficaram as bancadas na ALPB e Câmara Federal após as mudanças dos deputados

O prazo que permite que os deputados federais e estaduais mudem de partido sem correr o risco de perder o mandato, a chamada “janela partidária” chegou ao fim nesta sexta-feira (1º) e na Paraíba dos 36 deputados, 23 mudaram de sigla nesse período, em busca de melhores chances nas eleições de 2022 ou alinhamento com grupo político.

Na Câmara Federal, quatro – de doze – trocaram de partido. A mudança foi de quase 64% na Assembleia e mais de 56% na Câmara. Ainda há o caso da junção do DEM com o PSL que deu origem ao União Brasil e englobou Efraim Filho (DEM) e Julian Lemos (PSL).

Com o apoio disputado por quem vai concorrer a vaga ao Senado, o Republicanos foi uma das legendas que mais se beneficiaram com as mudanças, ao lado do PSB. O partido, que recebeu de volta o governador João Azevêdo, fechou a janela com oito filiados e o Republicanos ganhou mais três deputados, chegando a quatro.

O PT de Lula filiou Estela Bezerra, Cida Ramos e Jeová Campos, todos do PSB, mas perdeu Anísio Maia que foi exatamente para o PSB. A decisão dos ex-socialistas foi motivada pela filiação do também ex-PSB, ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho. Agora o PT tem três deputados. O PL, que recentemente ganhou a filiação mais importante, a do presidente Jair Bolsonaro, também saiu de um para três deputados. Cabo Gilberto e Wallber Virgolino, se juntaram a Caio Roberto.

Já o Patriotas, Cidadania, Podemos e Avante, ficarão sem representação na Casa.

Câmara Federal

No Congresso, o Republicanos e União Brasil ficaram com as maiores bancadas. Wilson Santiago e Edna Henriques foram para o Republicanos que já tem Hugo Motta. O União Brasil ficou com Efraim Filho, Julian Lemos e recebeu a filiação de Damião Feliciano.

Enquanto isso o PSDB ficou apenas com Pedro Cunha Lima. Ruy Carneiro foi par ao PSC e Edna Henriques para o Republicanos.

Confira as mudanças com a janela partidária:

Na Assembleia Legislativa

  1. Adriano Galdino do PSB para o Republicanos
  2. Anderson Monteiro do PSC para o MDB
  3. Anísio Maia do PT para o PSB
  4. Branco Mendes do Podemos para o Republicanos
  5. Cabo Gilberto do PSL para o PL
  6. Cida Ramos do PSB para o PT
  7. Edmilson Soares do Podemos para o PSB
  8. Eduardo Carneiro do PRTB para o Solidariedade
  9. Érico Djan do Cidadania para o MDB
  10. Estela Bezerra do PSB para o PT
  11. Felipe Leitão do Avante para o PSD
  12. Jeová Campos do PSB para o PT
  13. João Bosco Carneiro do Cidadania para o Republicanos
  14. João Gonçalves do Podemos para o PSB
  15. Junior Araújo do Avante para o PSB
  16. Lindolfo Pires do Podemos para o Progressistas
  17. Manoel Ludgério do PSD para sem partido
  18. Moacir Rodrigues do PSL para o PSC
  19. Raniery Paulino do MDB para o Republicanos
  20. Taciano Diniz do Avante para o União Brasil
  21. Tião Gomes do Avante para o PSB
  22. Walber Virgulino do Patriota para o PL
  23. Wilson Filho do PTB para o Republicanos

Permaneceram nos partidos

  1. Ricardo Barbosa – PSB
  2. Jane Panta – Progressistas
  3. Jutay Menezes – Republicanos
  4. Hervázio Bezerra – PSB
  5. Inácio Falcão – PCdoB
  6. Camila Toscano – PSDB
  7. Tovar Correia Lima – PSDB
  8. Buba Germano – PSB
  9. Pollyanna Dutra – PSB
  10. Caio Roberto – PL
  11. Galego de Souza – Progressistas
  12. Chió – Rede
  13. Dra Paula – Progressistas
  14. Edmilson Soares – Podemos
  15. Doda de Tião – PTB

 

 

 

Portal Paraíba

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.