80 anos do Açude de Coremas: o maior manancial da Paraíba e o 5º maior do Brasil

A cidade de Coremas, no Sertão da Paraíba, com 15.438 habitantes (IBGE – 2021) está neste domingo, 08/05, festivamente comemorando o importante aniversário de 80 anos da inauguração do Açude Dr. Estevam Marinho (DNOCS). É o maior açude do estado da Paraíba e atualmente é o quinto maior do Brasil, porém ele já foi por dezoito anos, oito meses e três dias o maior Açude do Brasil.

A construção do açude começou em 8 de abril 1937 e teve a sua conclusão em 8 de maio de 1942. Na época, ficou conhecida como a maior obra de engenharia da América Latina. Tanto que recebeu as visitas de três residentes da República: Getúlio Vargas (16/10/1940), Gaspar Dutra (01/10/1949) e Juscelino Kubitschek (15/01/1957).

O engenheiro civil responsável foi Dr. Estevam Marinho (1896/1953), em sua homenagem o DNOCS, colocou em 8 de julho de 1955, o nome oficial de Barragem Açude Dr. Estevam Marinho. Temos ainda hoje a única hidrelétrica em funcionamento em toda Paraíba.

A capacidade de armazenamento de água é de 1.358.000.000 m³. Atualmente, somos o quinto maior açude do Brasil ,ficando atrás dos açudes: 1 – Castanhão (CE/2002), 2 – Açu (RN/1983), 3 – Orós (CE/1961), 4 – Banabuiú (CE/1966) e 5 – Coremas (PB/1942).

Segundo informações da ANA/AESA, temos atualmente na Paraíba cerca de 462 barragens. A grande importância do Açude de Coremas localizada na região do Semiárido nordestino é a distribuição de água potável para cerca de 112 municípios da PB e RN.

Hoje aos 80 anos (08/05/1942 – 08/05/2022), o nosso açude é um orgulho e esperança de dias melhores pra toda região sertaneja, em virtude do maior manancial hídrico da Paraíba. Hoje Coremas é conhecida por “O Oásis paraibano”.

Texto: Dr. Edvaldo Brilhante

 

 

Folha Patoense

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.