Adriano diz que alertou João sobre possível traição de Aguinaldo

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (Republicanos), durante entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação na tarde desta sexta-feira (17), afirmou que alertou ao governador João Azevêdo (PSB) sobre uma possível “traição política” do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), que nesta semana anunciou apoio, porém, não consolidou sua pretensão de disputar uma vaga no Senado na mesma chapa e agora reivindica a vice.

Durante a entrevista, ele relembrou episódio envolvendo Aguinaldo Ribeiro, quando, segundo Adriano Galdino, o deputado federal anunciou aliança com o ex-governador Ricardo Coutinho e “rezou um pai nosso de mãos dadas” pela manhã e, à tarde, ele mudou de ideia e anunciou apoio ao ex-governador José Maranhão.

Desembarque do governo é culpa de Aguinaldo

Ainda segundo o presidente da Assembleia, João perdeu apoios importantes na política, a exemplo de Veneziano Vital do Rêgo (MDB), Efraim Filho (União Brasil) e Romero Rodrigues (PSC) e, se permanecer ao lado do progressista, ele pode acabar isolado nesta eleição. “Aguinaldo quer transformar a política em um ambiente familiar querendo colocar a irmã de vice-governadora e o sobrinho para senador, e vice-versa, e dessa forma a gente não aceita”, alertou Galdino.

Nova conversa

Adriano defendeu por fim que João Azevêdo chame todo o Republicanos para sentar e redefinir a chapa majoritária de maneira democrática, transparente e ouvindo a todos sem “empurrar as decisões pessoais e familiares de Aguinaldo goela abaixo”.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.