ALPB debate obras da transposição do Rio São Francisco no Vale do Piancó

ALPB debate obras da transposição do Rio São Francisco no Vale do Piancó

Destaque Vale
Joaquim
2 de março de 2024
37

A Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) reuniu parlamentares e representantes de instituições públicas para discutir a chegada da transposição do Rio São Francisco na região do Vale do Piancó. A propositura foi do deputado Nilson Lacerda, que ressaltou a importância do tema ser discutido na ALPB e a luta para o destravamento dos recursos para as obras.

“Debatemos com especialistas no assunto o fato da transposição do Rio São Francisco está no estado do Ceará. Uma obra orçada em R$ 200 milhões. A chegada ao Vale do Piancó já está incluída no programa do Governo Federal, no PAC, e vai beneficiar praticamente os 18 municípios do Vale, que com certeza será a grande redenção para a população desses locais”, disse o parlamentar.

O deputado Taciano Diniz, que preside a Frente Parlamentar das Águas e da Agricultura Familiar da Assembleia, participou das discussões e falou sobre a urgência da chegada das águas do São Francisco na região para a estabilidade hídrica para parte da população paraibana. “Temos acompanhado desde o ano de 2019, no nosso primeiro mandato aqui nesta Casa, buscando essa ponte junto ao Governo Federal em Brasília, por essa extrema, urgente e importante obra de estabilidade hídrica para o Manancial Coremas Mãe d’Água, que garantirá através desse fluxo do Rio Piancó, água para todo o sertão”, destacou Taciano Diniz.

Para o presidente da Aesa, Porfírio Loureiro, a Paraíba é o estado mais beneficiado com a Transposição. Ele também destacou a relevância do tema ser debatido na Casa Legislativa. “Hoje, nós já atendemos mais de 3 mil usuários que utilizam a água da Transposição do São Francisco. Então, mudando a realidade da Paraíba, fomentando o desenvolvimento, fomentando o negócio, fazendo o fluxo reverso dos nossos paraibanos que estavam no Sul e no Sudeste, voltando para a sua terra para produzir, para fincar raízes novamente e desenvolver o nosso estado. É muito importante esse debate e eu agradeço o convite da Assembleia”, disse.

A audiência contou com a participação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, a Codevasf. O engenheiro Valdiney Amorim integrou a mesa de discussão e falou sobre o desenvolvimento do estado a partir da chegada das águas do São Francisco. “Após a conclusão em Monteiro, a Codevasf, por ser vinculada ao Ministério da Integração e ter suas experiências de operação nos projetos de irrigação dela, foi chamada para ser operadora da transposição, desde a Barra de Itaparica até Monteiro. Mas, ela faz só a operação integrando a água em Monteiro. A partir daí, a gestão é do estado. Então, a perspectiva é que em breve a transposição também chegue no Vale do Piancó. Depende da conclusão das obras e testes operacionais que o ministério faz. ”, explicou o engenheiro.

Os deputados Alexandre de Zezé, George Morais, e o ex-deputado Jeová Campos também participaram da audiência pública.

ALPB
Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.