Alta de internações de jovens em hospitais da Região Metropolitana de João Pessoa sobrecarrega leitos e aumenta risco de colapso na saúde

O perfil dos pacientes internados com a covid-19 está mudando e a preocupação têm aumentado por conta da redução da faixa etária que antes era de adultos e idosos, e agora passou a atingir muito mais jovens. De acordo com Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) na primeira onda da covid-19, os jovens representavam cerca de 10% dos internados em estado grave. Atualmente, eles superam os 15% e, em alguns locais, chegam a 20% dos leitos de terapia intensiva.

Segundo a Nota Técnica da Secretaria de Saúde da Paraíba, a cada 20 minutos um paciente é internado no estado. Mesmo com a ampliação dos leitos nos hospitais da Região Metropolitana de João Pessoa, 90% já estão lotados e a tendência é que esse número aumente, com riscos reais de um colapso no sistema de saúde devido o aumento de casos da covid-19.

De acordo com o diretor do Hospital Clementino Fraga, Fernando Chagas, os índices de ocupação só aumentam. Para ele, os índices estão altos e subindo dia-a-dia com mais jovens sendo internados. Ele destaca que há um limite de abertura dos leitos que também está ligado ao número profissionais da saúde. “Isso é uma característica das mutações do vírus que atinge mais jovens, mantendo por mais tempo a internação e sobrecarregando os leitos”, explicou.

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *