Após alerta vermelho da Defesa Civil Nacional, João Pessoa tem madrugada de muita chuva e pontos de alagamento

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) reforçou nesta sexta-feira (27) o alerta para o risco de chuvas intensas durante todo o fim de semana na Paraíba. Já é possível perceber os impactos do volume de chuvas.

Neste sábado (28) já é possível perceber na cidade os efeitos das fortes chuvas. Um tradicional ponto de alagamento, em frente a CBTU, no Varadouro, está completamente tomado pela água.

Na ladeira que liga os bairros Valentina e Mangabeira também houve alagamento.

A faixa da direita no Km 19 da BR 230, sentido João Pessoa – Cabedelo também ficou interditada até as primeiras horas da manhã deste sábado, devido ao volume de chuvas.

Além disso, conforme a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), as chuvas deixaram ao menos quatro semáforos com problemas.  Os semáforos danificados são o do cruzamento das Avenida Epitácio Pessoa  e Rua Vandick Filgueiras, o do cruzamento da Avenida Flavio Ribeiro Coutinho com a Avenida Guarabira e da Avenida Amazonas com a Avenida Goiás.

Defesa Civil Nacional

Neste momento, o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) da Defesa civil Nacional opera em alerta máximo (vermelho) e já mobilizou e enviou duas equipes do Grupo de Apoio a Desastres (Gade) para a cidade de Maceió (AL).

O coordenador-geral de Gerenciamento de Desastres do Cenad, Tiago Molina Schnorr, destaca as medidas de prevenção que devem ser tomadas pela população das regiões castigadas pelas fortes chuvas com o objetivo de minimizar os danos.

“São recomendadas diversas ações para proteger a população. A primeira é ficar bastante atento para as informações publicadas pelos órgãos oficiais, principalmente os locais. Além disso, é preciso ter cuidado com as notícias não oficiais, que nem sempre estão corretas e podem trazer risco adicional”, destaca Schnorr.

Uma das principais recomendações é para que as pessoas se inscrevam nos serviços de alerta, enviando um SMS para o número 40199. Assim, em caso de uma situação de desastre, será enviado um alerta on-line. Outra sugestão é ficar sempre atento ao Twitter da Defesa Civil Nacional (@defesacivilbr) e do Instituto Nacional de Meteorologia (@inmet_), que publicarão atualizações em tempo real.

O coordenador-geral do Cenad também explicou o que deve ser feito nos locais com risco de deslizamento. “É importante que a população fique atenta a qualquer sinal de movimentação do terreno, rachaduras, árvores e postes inclinados. Se houver risco iminente, a residência deve ser desocupada imediatamente”, alertou Tiago Schnorr. “Também é importante a atenção a qualquer sinal de elevação de rios, alagamentos e enxurradas nas ruas e à subida das águas, para não serem pegos desprevenidos. Além disso, deve-se desligar aparelhos de energia da tomada, a chave-geral, encanamento de gás e de água”, acrescenta.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.