Associação de Supermercados da Paraíba diz que protestos nas rodovias não afetam setor no estado: “lojas já estavam abastecidas”

Manifestantes têm ocupado estradas na Paraíba e em outros estados brasileiros após o resultado do segundo turno das Eleições 2022, com a eleição de Lula (PT) para presidente. Alguns setores já receiam as consequências no abastecimento do comércio em geral. Mas a Associação de Supermercados da Paraíba (ASPB) ainda segue otimista de que a situação será resolvida após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (PL), agendado para esta terça-feira (1º).

“A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) está monitorando essa situação no Brasil todo. Mas a gente já teve uma notícia de que hoje vai ter o pronunciamento do presidente da República para tentar estancar essa situação”, informou, ao ClickPB, o superintendente da Associação de Supermercados da Paraíba, Damião Evangelista.

Ele destacou que a paralisação de alguns caminhoneiros pelo país e as interdições ainda não afetaram o abastecimento de empresas na Paraíba “porque esse movimento começou ontem (31). As lojas já estavam abastecidas, então está tudo tranquilo.”

O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Galassi, pediu apoio ao presidente Jair Bolsonaro apresentando as dificuldades geradas ao setor, no Brasil, com a paralisação de caminhoneiros e bloqueios de rodovias. O temor é de que haja prejuízos com aumento da inflação e escassez de produtos, como na paralisação realizada em 2018, durante a gestão de Michel Temer (MDB).

 

 

Click PB

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.