Banco dos Brics destinará R$ 5,7 bilhões para a reconstrução do RS

Banco dos Brics destinará R$ 5,7 bilhões para a reconstrução do RS

Brasil
Joaquim
14 de maio de 2024
31

A ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, anunciou nesta terça-feira (14) que o Novo Banco de Desenvolvimento (NDB, o Banco dos Brics), presidido por ela, liberou o valor de R$ 5,7 bilhões em financiamento de obras de reconstrução do Rio Grande do Sul.

“O Novo Banco de Desenvolvimento, o chamado Banco dos BRICS, vai destinar R$ 5,750 bilhões para o estado do Rio Grande do Sul, com o objetivo de reconstruir a infraestrutura urbana e rural nos municípios atingidos pelas fortes enchentes ocorridas desde o final de abril e ajudar na retomada da vida gaúcha”, anunciou Dilma Rousseff nas redes sociais.

Segundo ela, o valor destinado ao Rio Grande do Sul foi acertado após conversas com o presidente Lula e com o governador Eduardo Leite. O repasse deve ser investido em obras de infraestrutura urbana, saneamento básico e proteção ambiental e de prevenção de desastres no estado

Dilma pontuou que o Banco dos Brics vai destinar recursos sem burocracias para o Rio Grande do Sul por ação direta e por meio de parceria com outras instituições financeiras brasileiras, como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco do Brasil e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Do total de R$ 5,570 bilhões, pouco menos da metade dos recursos, cerca de 500 milhões de dólares do Banco dos Brics, serão transferidos por meio do BNDES, sendo US$ 250 milhões para pequenas e médias empresas e outros US$ 250 milhões para obras de proteção ambiental, infraestrutura, água e tratamento de esgoto, e prevenção de desastres. O NDB tem US$ 200 milhões disponíveis para aplicação direta, podendo contemplar obras de infraestrutura, vias urbanas, pontes e estradas.

Em parceria com o Banco do Brasil, o NDB vai destinar US$ 100 milhões para infraestrutura agrícola, em projetos de armazenagem e infraestrutura logística. Já com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), serão liberados imediatamente US$ 20 milhões para projetos de desenvolvimento e mobilidade urbana e recursos hídricos.

Outros US$ 295 milhões previstos no contrato BRDE, em processo de aprovação final, vão para obras de desenvolvimento urbano e rural, saneamento básico e infraestrutura social.

A presidente detalhou que os recursos serão transferidos rapidamente e sua destinação é passível de direcionamento segundo as urgências e as prioridades do Estado do Rio Grande do Sul. “Quero dizer aos gaúchos que podem contar comigo e com o NDB neste momento difícil”, afirmou.

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.