Cabo Gilberto diz que foi vítima da “ditadura do judiciário” e que não havia fakenews nas suas redes sociais

O deputado estadual Cabo Gilberto (PL-PB), eleito deputado federal nas eleições de 2022, falou com Click PB sobre a retirada do ar da sua conta no Twitter por determinação da Justiça, nesta terça-feira (8). O deputado afirma ter sido vítima do que ele nomeou como “ditadura do judiciário” e que não recebeu nenhuma informação sobre o que motivou a ação da rede social.

“Minha conta foi bloqueada de forma sumária. Não havia nenhuma fakenews, foi só censura. Tenho falado com colegas deputados e eles afirmaram que isso está ocorrendo com muitas contas”, relatou.

Questionado sobre se ele sabia quais publicações suas teriam motivado o bloqueio, ele disse que não sabe e que as providências cabíveis para reverter a situação já estão sendo tomadas.

Cabo Gilberto era deputado estadual e foi eleito deputado federal. Ele faz parte da base aliada de Bolsonaro e compartilhou imagens de bolsonaristas que protestam contra a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.