Câmara de Sapé abre inquérito e investiga prefeito Major Sidnei por suposta prática de ‘rachadinha’

O presidente da Câmara Municipal de Sapé, Abraão Júnior, aprovou requerimento acatando denúncia e formou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar o prefeito Major Sidnei (Pode). Na sessão dessa quinta-feira (11), o presidente leu o documento apresentado.

Na denúncia, o prefeito é acusado das práticas de ‘rachadinha’, distribuição de gratificações e de cargos públicos, contratação de ‘funcionários fantasmas’, fraudes em licitação com superfaturamento e de contratação de ‘serviços fantasmas’.

O presidente da Câmara, Abraão Júnior, disse que aceitou a denúncia por considerar os fortes indícios para as acusações. Ele deu prazo de cinco dias para que os citados possam apresentar defesa.

O dirigente da Câmara informou que a Comissão Parlamentar de Inquérito será formada por seis vereadores, tendo presidente, relator e membros, e terá 90 dias de prazo para os trabalhos de investigação e apuração dos fatos. O prazo pode ser prorrogado por mais 90 dias.

Redação do Portal Paraíba entrou em contato com o prefeito para comentar a decisão, porém, até o fechamento desta matéria não obteve resposta. O espaço continua aberto para manifestação do gestor.

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *