Cidade do Vale do Piancó poderá ganhar campus universitário e curso de medicina

Cidade do Vale do Piancó poderá ganhar campus universitário e curso de medicina

Destaque Vale
Joaquim
23 de novembro de 2023
167

O chefe de gabinete da prefeitura de Pedra Branca, no Vale do Piancó, Allison Bastos, participou por telefone do Programa Olho Vivo na Rede Diário do Sertão, e falou sobre a parceria feita entre a gestão com o Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ), o qual tem pretensões de instalar um campus no referido município.

Ele falou que a reitora do UNIPE já esteve em Pedra Branca e que a assinatura do termo de convênio já foi efetuada. O chefe de pasta explicou que, para que haja a instalação do campus é necessário haver a aprovação conforme edital lançado pelo governo federal.

Allison disse que o UNIPÊ juntamente com Pedra Branca já estão se credenciando e que o processo de cadastramento irá abrir entre janeiro e fevereiro do próximo ano. Até junho sairá o resultado preliminar. O secretário ressaltou que, caso Pedra Branca seja escolhida, o primeiro curso a ser lecionado no município será o de medicina.

“O UNIPÊ juntamente com Pedra Branca estão participando do edital. A gente mostrou na verdade a responsabilidade e toda estrutura que o município tem para receber essa faculdade”, pontuou.

Conforme o secretário, se Pedra Branca conseguir o feito, será um benefício que vai ajudar todo o Vale do Piancó.

Ele explicou que a prefeitura vai ceder uma escola modelo, com os requisitos necessários, disponíveis ao alunado.

“O município vai estar de portas abertas para ceder outras áreas para que possa se expandir cada vez mais e oferecer outros cursos. Pedra Branca partiu na frente e está pronta e preparada para receber uma faculdade e poder oferecer à população e a toda região do Vale do Piancó, uma estrutura de qualidade”, destacou.

ALUNOS DE PEDRA BRANCA TERÃO PRIORIDADE

Por último, Allison lembrou que há uma proposta de que 10% das vagas sejam direcionadas para a cidade de Pedra Branca. “Com certeza teremos um grande número de médicos formados em Pedra Branca, tendo em vista que a dificuldade hoje é muito grande, principalmente quanto ao custo do curso”, concluiu.

 

 

DIÁRIO DO SERTÃO

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.