Clima quente: exoneração de secretária de Educação racha grupo da situação em Conceição

O prefeito de Conceição, Samuel Lacerda, se reuniu, nesse domingo (29), com a secretária municipal de Educação, Telma Regina, e comunicou a gestora que ela seria exonerada, e que a demissão é irreversível. Samuel alegou que a exoneração ocorreria a pedido dos vereadores de sua base. No entanto, o grupo do qual Telma faz parte, que é liderado pelo empresário e engenheiro, Dr Landinho Ponciano, não “engoliu” a justificativa.

Para o grupo, que conta ainda com a presença de lideranças como o engenheiro, Bruno Leite Campos; e o sindicalista Rubens Teodorico, a decisão do prefeito Samuel Lacerda foi orquestrada pelo seu tio, o ex-prefeito de Conceição, Nilson Lacerda, como retaliação ao fato do grupo de Dr Landinho ter anunciado recentemente apoio a pré-candidatura de Romero Rodrigues da deputado federal nas eleições deste ano.

“Infelizmente, o ex-prefeito Nildon Lacerda, a quem considero como grande amigo sequer me ligou para tratar sobre o assunto ou comunicar a exoneração da secretária Telma. O pior é que usam a desculpam da pressão dos vereadores para demitirem Telma”, lamentou Dr Landinho.

“Se ele exonera em nome dos vereadores, por pressão da base aliada, então quem administra a cidade são os parlamentares”, questionou Landinho.

Após a conversa com Samuel Lacerda, na qual foi informada da exoneração, Telma Regina, divulgou vídeo nas redes sociais lamentando a postura do prefeito e informando a sociedade de Conceição sobre o caso. Telma também já se reuniu com todos os servidores da secretaria de Educação, professores e diretores de escola e comunicou a decisão de Samuel Lacerda.

O engenheiro Bruno Leite Campos afirmou que o mais lamentável de tudo é que Dr. Landinho nem uma mensagem no whatsapp recebeu sobre a reunião e tão pouco da demissão. “E olhe que é ‘amigo’ de Nilson Lacerda, apoiador de sua campanha e militante ferrenho nas eleições de 2020. “É lamentável a postura do prefeito e do seu tio Nilson Lacerda. Mas, essa postura de Nilson Lacerda não me surpreende, ele tem o hábito de trair aliados e prestigiar adversários”, afirmou

Bruno também acusou o grupo de Samuel e Nilson de usarem a gestão apenas para fazer política. ” A gestão deles são pautadas pela política acima de tudo, não avaliam a capacidade técnica, qualificação e capacidade dos aliados. Não temos como pensar numa Conceição de futuro com esse tipo de gestores, com as mentes atrasadas”, declarou.

 

Blog do Cristiano Teixeira

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.