Cresce número de recomendações para uso de máscaras na Paraíba após avanço da Covid-19

O uso de máscaras voltou a ser intensificado na Paraíba por causa do aumento de casos de Covid-19, nos últimos dias. O Estado ainda não emitiu nova determinação de obrigatoriedade do uso, embora algumas instituições já o tenham feito, como a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) que mantém, desde julho, o uso obrigatório das máscaras nos seus campi. IFPB se pronunciou na semana passada e a UEPB e UFPB emitiram recomendações no início desta semana para o uso da proteção.

Várias instituições privadas e públicas estão recomendando o uso de máscaras para evitar a transmissão do coronavírus e infecção da Covid-19, entre elas as universidades e o IFPB.

O município de Boa Ventura, no vale do Piancó, tornou obrigatório o uso de máscaras em todos os prédios públicos e estabelecimentos comerciais. Uma das poucas instituições que já tornaram, novamente, obrigatório o uso da proteção facial no país.

Saúde do Estado

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) emitiu uma nova nota informativa, no dia 14 de novembro, com orientações de reforço da higienização das mãos, uso de máscaras e outras ações contra o coronavírus, mas sem obrigar o uso da proteção facial.

“O uso de máscaras faciais faz parte de um conjunto de medidas a serem adotadas de forma integrada para prevenção, controle e mitigação da transmissão de determinadas doenças respiratórias virais, incluindo a covid-19. As máscaras podem ser usadas para a proteção de pessoas saudáveis (quando em contato com alguém infectado) ou para controle da fonte (quando usadas por alguém infectado para prevenir transmissão subsequente)”, diz a nota da Secretaria.

Ainda de acordo com a nota, “permanece a recomendação do uso de máscaras para pessoas com fatores de risco para complicações da covid-19 (em especial imunossuprimidos, idosos, gestantes e pessoas com múltiplas comorbidades) em situações de maior risco de contaminação pela covid-19, como: locais fechados e mal ventilados, locais com aglomeração e em serviços de saúde.”

Saúde de João Pessoa

A Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa informou ao ClickPB, na sexta-feira (11) passada, que, sobre as máscaras, “ainda não existe uma recomendação oficial, mas é importante que pacientes com sintomas de síndrome gripal utilizem ao buscar atendimento”.

Visitas suspensas

Até o momento, o Hospital de Trauma de João Pessoa e o Hospital Metropolitano, em Santa Rita, suspenderam as visitas aos pacientes por causa do aumento de casos de Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde explicou ao ClickPB que não há uma recomendação geral e a decisão cabe a direção de cada unidade.

UEPB

O Comitê de Contingência e Crise Covid-19 e a gestão da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) publicaram, na segunda-feira (14), uma nota informativa sobre o uso de máscaras no ambiente institucional. Segundo o comunicado, em conformidade com a Nota Informativa 17/2022 da Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, entre as semanas epidemiológicas (SE) 42 e 45 de 2022 e o posicionamento da Sociedade Brasileira de Infectologia, é recomendada, fortemente, a continuidade na utilização de máscaras como medida de proteção individual para indivíduos sintomáticos, com sintomas gripais, ou pessoas que estejam potencialmente em contato com transmissores, como profissionais da saúde, servidores com serviço de atendimento ao público e familiares de pessoas sintomáticas.

Ainda segundo a UEPB, “a normativa recomenda, ainda, a manutenção no uso de máscaras para imunossuprimidos e não vacinados contra covid-19 ou pessoas que não tenham recebido as quatro doses de vacina. O Comitê também reforça a necessidade de esquema vacinal completo, bem como a lavagem das mãos com sabão e o uso de álcool 70%, para que possamos ter segurança no retorno presencial das atividades acadêmicas da UEPB.”

IFPB

O Comitê do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), responsável pelo enfrentamento da disseminação e combate à Covid-19, decidiu por unanimidade recomendar o uso de máscaras em ambientes fechados da instituição. A decisão foi tomada em reunião realizada na quinta-feira (10), por meio de videoconferência, reflexo do aumento de casos da infecção no estado.

UFPB

UFPB emitiu recomendação no dia 15 de novembro. “A Comissão de Biossegurança Institucional (CBI), junto a toda comunidade acadêmica (discentes, docentes, técnicos-administrativos e colaboradores das empresas terceirizadas), vem reforçar a recomendação ao uso de máscaras nos ambientes fechados, a frequência na higienização das mãos com água e sabão ou com álcool antisséptico 70%, isolamento de casos suspeitos e confirmados de covid-19, além da atualização do esquema de vacinação. Tais atitudes são importantes para saúde de todos, considerando o aumento do número de casos notificados nas últimas semanas, conforme NOTA TÉCNICA Nº 16/2022-CGGRIPE/DEIDT/SVS/MS.”

 

Click PB

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.