Eleições 2022: Maioria no eleitorado, mulheres ainda são minoria entre os candidatos paraibanos

Dados divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) mostram que as mulheres são maioria entre o eleitorado paraibano. Enquanto o público feminino soma 1.634.223 eleitoras, os homens contabilizam 1.457.461.

Apesar desse quantitativo a liderança feminina, no entanto, não se aplica quando somadas as candidaturas na Paraíba. Elas se somam a outras minorias no tocante a candidaturas postas, como a dos indígenas e pessoas que se autodenominam negras.

Recorte na majoritária

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 67% dos candidatos no estado são homens, enquanto as mulheres representam 33%. No retrato da disputa ao Governo do Estado, dos oito postulantes, apenas uma é mulher: Adjany Simplício, do PSOL. Esse é o mesmo cenário na corrida pelo Senado Federal. A deputada estadual Pollyanna Dutra (PSB) concorre com sete homens uma cadeira na Alta Casa do Congresso Nacional.

Recorte na proporcional

Ainda no legislativo, enquanto 155 candidatos almejam uma vaga na bancada paraibana na Câmara Federal, existem 80 mulheres desejando representar o estado no legislativo federal. Já para Assembleia Legislativa da Paraíba, são 299 homens contra 158 mulheres.

Ainda segundo o levantamento feito junto ao TSE, Na Paraíba, apenas três pessoas indígenas são candidatos neste pleito, sendo apenas 0,3% dos mais de 700 registros realizados na Justiça Eleitoral. Já as pessoas que se autodeclararam pretas, são 12,8%.

Apesar do baixo percentual, o número ainda é maior do que o das últimas eleições nacionais. Em 2018, apenas um indígena realizou o registro de candidatura e as pessoas pretas eram apenas 8% do total de candidatos.

Eleições passadas

Os dados presentes na eleição deste ano não divergem dos pleitos passados. Em 2018, por exemplo, dos 36 deputados estaduais eleitos, cinco eram mulheres: Pollyanna Dutra (PSB), Camila Toscano (PSDB), Doutora Paula (PP), Cida Ramos (PSB) e Estela Bezerra (PSB). A deputada Dra. Jane (PP) assumiu o mandato com a morte do deputado João Henrique, em decorrência da Covid-19.

 

Wscom

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.