Ministério Público instaura inquérito para investigar se prefeitura fraudou licitação na PB

A promotora de Justiça, Érika Bueno Muzzi, determinou a instauração de um inquérito civil para apurar denúncia de possíveis irregularidades no pregão presencial 040/2019 realizado pela Prefeitura de Barra de Santa Rosa.

A medida foi publicada na edição do Diário Oficial Eletrônico do órgão dessa quinta-feira (10) e não traz mais detalhes sobre quais supostas irregularidades teriam sido cometidas na realização do certame.

De acordo com o documento, a denúncia foi protocolada por Erivaldo de Lima Monteiro, Hederson Kiarely Lins Gomes, José Ewerton Oliveira Almeida e José Robson Martins.

 

 

Alexandre Freire

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.