Em Piancó poeta e artista plástico recuperam monumento público

Em Piancó poeta e artista plástico recuperam monumento público

Destaque Vale
Joaquim
19 de junho de 2024
202

Na noite do dia 17 de junho de 2024, o poeta Hosmá Passos e o pintor letrista Flávio Artes, ambos de Piancó, restauram o letreiro da quadra do poeta Bastos Andrade do Monumento aos Cassacos de Piancó, situado na Praça do Cassaco em Piancó.

O Monumento erguido com cerca de 2 metros de altura, foi de iniciativa do engenheiro Guilherme Dantas Vilar, funcionário da Sudene. Ele retrata a situação do nordestino em pleno momento de estiagem e as dificuldades do homem pobre do Sertão nordestino, representada por Antônio Pepino da Silva e seu filho Cícero Pepino dos Santos, escolhidos para perpetuar a imagem do povo trabalhador do Sertão Paraibano.

Antônio e Cícero nasceram em Catingueira e vieram para Piancó, em decorrência da seca que assolava a região. Foram instalados em frentes de emergência para a construção de entradas, principalmente da estrada Piancó/Santana dos Garrotes, financiada pela Sudene e executada pelo DER-PB.

Teve início em 1966 e foi inaugurada em 1967. O escultor do Monumento aos Cassacos é Armando Larsden Lacerda, de Recife. Inaugurada pelo governador João Agripino, na gestão do prefeito Gil Galdino, em 1967, a obra de arte que retrata o trabalho braçal de milhares de sertanejos, tem como elementos básicos, roupas velhas rasgadas, suor no rosto, chibanca, pá, dentre outros.

 

Texto: Poeta Hosmá Passos.

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.