Gabriel Monteiro é alvo de operação policial sobre vazamento de vídeo íntimo com menor

O vereador do Rio de Janeiro Gabriel Monteiro (PL) é alvo na manhã desta quinta-feira (7) de uma operação da Polícia Civil dentro do inquérito sobre o vazamento de um vídeo íntimo do político fazendo sexo com uma adolescente de 15 anos.

O material foi compartilhado no Twitter e no WhatsApp. Gabriel Monteiro acusa ex-funcionários de vazá-lo.

Agentes da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) saíram para cumprir mandados de busca e apreensão contra Gabriel e outros seis, entre assessores e ex-funcionários dele. Não há mandados de prisão.

Segundo assessores, o vereador costumava fazer orgias em casa com menores de idade. Um funcionário disse já ter visto mais de uma vez meninas saindo da casa de Monteiro chorando, aparentando terem sido vítimas de estupro.

O político pode responder por distribuir material pornográfico envolvendo menores (Artigo 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente). A pena chega a seis anos de prisão mais multa.

 

 

Uol

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.