Homem é preso suspeito de armazenar mais de 1,2 mil arquivos de pornografia infantil na PB

Um homem de 35 anos foi preso nesta quarta-feira (10) no bairro do Pedregal, em Campina Grande, suspeito de armazenar conteúdos de pornografia infantil. A prisão aconteceu durante a Operação ‘Escaravelho’, deflagrada pela Delegacia Especializada em Crimes Cibernéticos da Polícia Civil.

Segundo o delegado Ramirez São Pedro, da Polícia Civil em Campina Grande, o suspeito teria baixado mais de 1,2 mil arquivos, entre fotos e vídeos, de crianças entre dois e oito anos de idade em cenas de pornografia infantil e pedofilia.

“Foi deferido um mandado de busca e deflagramos a operação hoje. O nome da operação faz referência a um dos programas que ele usava para baixar os arquivos”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com a polícia, o homem confessou que fazia uso dos arquivos mas negou o compartilhamento. Vários equipamentos de armazenamento, como pendrives e HDs, foram apreendidos e devem passar por análise para realização da prisão em flagrante do suspeito.

O homem segue preso na Central de Polícia Civil de Campina Grande, onde aguarda audiência de custódia.

A polícia também informou que a operação foi possível graças ao trabalho conjunto com investigadores da Polícia Federal, que cruzam dados de arquivos relacionados à pornografia infantil para localizar suspeitos de cometer crimes cibernéticos.

 

 

Portal Paraíba

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.