‘Intervenção jamais’, reage Fachin sobre possível atuação das Forças Armadas nas eleições

O ministro Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse, nessa sexta-feira (29) que não vai aceitar “intervenção” das Forças Armadas nas eleições.

Segundo ele, a Justiça Eleitoral está aberta à colaborações com sugestões, mas nunca por meio de intervenção. “Para sugestões, a Justiça Eleitoral está inteiramente à disposição, para intervenção, jamais”, disse.

A fala de Fachin aconteceu durante uma entrevista coletiva concedida no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná e foi um recado direto ao presidente Jair Bolsonaro.
Está semana, Bolsonaro voltou a atacar o sistema eleitoral, sugerindo que os militares fossem responsáveis por uma contagem paralela dos votos.

 

IG

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.