IPEC: Ricardo e Efraim aparecem tecnicamente empatados; Pollyanna fica em 3º

O Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria LTDA) divulgou hoje os números da segunda pesquisa de intenções de voto para o Senado, aqui na Paraíba. Os dados mostram que o ex-governador e candidato do PT, Ricardo Coutinho, e o candidato do União Brasil, Efraim Filho, aparecem tecnicamente empatados.

Na pesquisa estimulada Ricardo Coutinho aparece com 27% das intenções de voto. Na primeira sondagem, divulgada no fim de agosto, ele aparecia com 30%.

Já o candidato Efraim Filho, do União Brasil, está com 25%. Na primeira pesquisa ele tinha 20%. Considerando a margem de erro, de 3 pontos percentuais, os dois estão tecnicamente empatados.

Logo em seguida aparece a candidatura da deputada estadual Pollyanna Dutra (PSB), com 12% das intenções de voto. No fim do mês passado, conforme o Ipec, ela aparecia com 8%.

Na quarta posição na pesquisa está o candidato do PL, Bruno Roberto. De acordo com os números, Bruno possui 6%. Na pesquisa anterior ele apareceu com 5% das intenções de voto.

O candidato Sérgio Queiroz (PRTB) obteve 3% das intenções de voto. Na primeira sondagem ele aparecia com 2%. Manoel Messias, do PCO, manteve o índice de 2% das intenções de voto. Já Alexandre Soares (PSOL) possui 1%. O percentual também é o mesmo da pesquisa anterior. O candidato do PDT, André Ribeiro (PDT), que aparecia com 1% das intenções de voto, agora não pontuou.

Os números revelam um afunilamento da disputa pelo Senado no Estado.Na sondagem anterior, o índice dos entrevistados que não sabiam ou preferiam não opinar era de 13%. Já brancos e nulos somavam, naquele momento, 18%. Agora, a poucos dias da eleição, o percentual de brancos e nulos chega a 15% e dos que não sabem ou preferem não opinar são 10%.

Dados da pesquisaA pesquisa foi realizada entre os dias 19 e 21 de setembro de 2022. Foram entrevistados 800 paraibanos em 37 municípios. A margem de erro estimada é de 3 (três) pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

A pesquisa foi encomendada pelas TVs Cabo Branco e Paraíba.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.