João Azevêdo anuncia ampliação do programa Tá na Mesa para mais 56 municípios paraibanos; confira lista

O governador João Azevêdo anunciou nesta segunda-feira (21), a ampliação do programa Tá na Mesa para mais 56 cidades do estado com mais de 5 mil habitantes. A população dos municípios contemplados terá acesso a refeições fornecidas, diariamente, ao preço de R$ 1. Serão disponibilizadas 200 refeições por dia em cada cidade.

O Tá na Mesa agora passa a atender 147 municípios. O anúncio foi feito durante o programa Conversa com o Governador, transmitido em cadeia estadual pela rádio Tabajara e pelas redes sociais do Governo.

Na oportunidade, o governador João Azevêdo ressaltou que, desde o início da pandemia, o Governo do Estado vem trabalhando em vários programas que dão suporte para as famílias em situação de vulnerabilidade social.

“Entregamos seis Restaurantes Populares – antes tinham quatro e construímos mais seis; implantamos o programa Prato Cheio; aumentamos o valor do Cartão Alimentação e o abono natalino; fizemos as aquisições de alimentos na Agricultura Familiar, criamos o Tá na Mesa, entre outras ações para combater a insegurança alimentar”, pontuou.

Ele ainda reforçou que o Tá na Mesa é um dos exemplos de programas que promovem a segurança alimentar no estado.

“O Tá na Mesa está em execução desde 2021, onde os próprios restaurantes da cidade fornecem as refeições e nós acompanhamos a produção e qualidade da alimentação que é servida. A gente estava trabalhando com 91 municípios beneficiados, mas agora, em função da gestão financeira do estado, temos condição de ampliar para mais 56 novas cidades. São municípios que estão entre cinco mil e 10 mil habitantes que terão 200 refeições por dia. Estamos muito felizes por poder ampliar e levar segurança alimentar para mais pessoas”, frisou o governador, lembrando que a ampliação do programa foi possível após a aprovação pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

O programa Tá na Mesa foi criado com o objetivo de melhorar as condições nutricionais das famílias em condição de pobreza, dos trabalhadores informais e da população em situação de vulnerabilidade social de insegurança alimentar. Além de fomentar a rede de comércio de alimentação dos municípios da Paraíba, bem como toda a cadeia de abastecimento e fornecimento de suprimentos.

Confira os municípios

  • Aguiar
  • Alcantil
  • Areial
  • Baraúna
  • Barra de São Miguel
  • Belém do Brejo do Cruz
  • Boa Ventura
  • Boa Vista
  • Borborema
  • Brejo dos Santos
  • Cabaceiras
  • Cacimbas
  • Caiçara
  • Caldas Brandão
  • Camalaú
  • Capim
  • Casserengue
  • Condado
  • Cubati
  • Cuité de Mamanguape
  • Cuitegi
  • Curral de Cima
  • Damião
  • Diamante
  • Ibiara
  • Igaracy
  • Jericó
  • Junco do Seridó
  • Lagoa de Dentro
  • Livramento
  • Malta
  • Marizópolis
  • Maturéia
  • Montadas
  • Nazarezinho
  • Nova Olinda
  • Nova Palmeira
  • Olho D’água
  • Pedra Lavrada
  • Pedro Régis
  • Pilões
  • Santa Cecília
  • Santa Cruz
  • Santa Helena
  • Santana de Mangueira
  • Santana dos Garrotes
  • São José da Lagoa Tapada
  • São José de Caiana
  • São José dos Ramos
  • São Mamede
  • São Miguel de Taipu
  • Serra Redonda
  • Serraria
  •  Sertãozinho
  • Sobrado
  • Vieirópolis
  • Isabela Melo

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.