João Azevêdo cancela audiência com grupo chinês que promete investimentos de R$ 9 trilhões para ‘cidade futurista’ em Mataraca

João Azevêdo cancela audiência com grupo chinês que promete investimentos de R$ 9 trilhões para ‘cidade futurista’ em Mataraca

Paraíba
Joaquim
12 de dezembro de 2023
45

A audiência que estava prevista para ocorrer na manhã desta terça-feira (12) entre um grupo da China e o governador João Azevêdo (PSB) para apresentação de um projeto de construção de um porto e uma cidade inteligente no estado foi cancelada.

A informação foi confirmada pelo ClickPB em contato com fontes ligadas ao governo estadual e a equipe da assessoria do grupo Chinês. Até o momento não há informação se será marcada uma nova reunião.

Como trouxe o ClickPB, o projeto da construção de um porto de águas profundas e de uma cidade inteligente internacional em Mataraca, no Litoral Norte do estado, foi apresentado ontem (11) em uma reunião na cidade com a presença do prefeito Egberto Madruga (PSB), outros representantes do poder público e empresários.

Durante o encontro foi realizada a assinatura de um protocolo de intenção entre a prefeitura local e o grupo, referente ao projeto.

O projeto, que promete investimentos de R$ 9 trilhões, prevê que o porto e a cidade tenham a capacidade de receber uma população de três milhões da habitantes e gerem ao menos 600 mil empregos entre diretos e indiretos.

O ClickPB apurou que a intenção demonstrada pela empresa é construir o porto de Mataraca nas imediações da localidade da Pavuna, entre a praia da Barra do Camaratuba e praia do Guaju. Segundo a prefeitura, ele deverá ser edificado no estilo ‘offshore’ ou seja ‘extra margem’ e não diretamente ligado à Terra. No Nordeste, um exemplo é o porto de Pecém no Ceará.

Já a cidade inteligente, segundo a apresentação feita nesta segunda-feira (11), deverá ficar pronta em até cinco anos. A cidade internacional inteligente e o porto de águas profundas deverão ocupar uma área equivalente a 11 mil hectares.

Indícios de plágio e uso de imagens sem permissão 

Como trouxe o ClickPB, menos de 24 horas após o lançamento do projeto ele está sendo alvo de ao menos duas polêmicas na Paraíba. A primeira é que uma reportagem do portal g1 Paraíba e do blog Conversa Política, do Jornal da Paraíba trouxe indícios de que o projeto é semelhante ao apresentado para construção de uma cidade inteligente na China.

O projeto, elaborado por uma empresa dinamarquesa, foi desenvolvido para a uma baía no distrito Chinês de Shenzhen.

Já a segunda polêmica é que durante a apresentação, no centro cultural de Mataraca, foram utilizadas sem permissão imagens aéreas captadas pelo jornalista Clilson Júnior, do portal ClickPB. Devido ao uso indevido, o jornalista está movendo um processo contra a prefeitura e a empresa estrangeira.

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.