João Azevêdo prestigia formatura de novos aspirantes a oficial da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros

O governador João Azevêdo participou, nesta quinta-feira (2), no Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba, em João Pessoa, da solenidade de formatura de conclusão do curso de formação de 51 novos aspirantes a oficial da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Na PMPB foram formados 37 aspirantes, sendo um do Rio Grande do Norte. Já no CBMPB são 14 novos aspirantes, dos quais três também são do estado vizinho.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual parabenizou os formandos e ressaltou que os novos profissionais ingressam em instituições respeitadas nacionalmente pela eficiência e resultados positivos de suas ações. “Vocês são especiais por concluírem o curso em meio a uma pandemia e terão uma grande missão pela frente, por isso, desejo uma carreira de sucesso a todos e todas. A Segurança Pública da Paraíba foi reconhecida pelo Centro de Liderança Pública como a melhor do Norte/Nordeste e tem realizado um trabalho integrado com todas as Forças que compõem o sistema com o objetivo de prestar um melhor atendimento à população. A Paraíba conta hoje com o serviço de UTI aeromédico para transportar pacientes da rede pública de saúde, um serviço operacionalizado pelo Corpo de Bombeiros, demonstrando o cuidado, a qualidade e compromisso das corporações com o povo da Paraíba”, frisou.

O secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social, Jean Francisco Nunes, evidenciou que o ingresso dos novos aspirantes na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros fortalece as ações de proteção ao povo paraibano. “Esse é mais um fruto do trabalho e do planejamento comandado pelo governador João Azevêdo no sentido de investir em estrutura, tecnologia, mas sem descuidar dos recursos humanos. Também já está em andamento o concurso da Polícia Civil para 1.400 vagas, demonstrando a valorização profissional, seja com o ingresso de novos policiais, capacitações, aquisição de novos equipamentos e ascensão funcional, representando o reconhecimento por parte do governo”, pontuou.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, explicou que todos os formandos atuarão na área operacional de diversas regiões do estado. “Eles serão designados para Catolé do Rocha, Cajazeiras, Sousa, Patos, Guarabira, Campina Grande, Monteiro, Queimadas, João Pessoa e sua Região Metropolitana. Essa é a continuidade de um processo de valorização profissional, por meio de capacitação, com muita seletividade, treinamento e muita qualificação para melhor servir ao povo da Paraíba, fazendo com que a Polícia Militar cumpra sua missão constitucional”, falou.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Marcelo Araújo, evidenciou que a sociedade paraibana passará a contar com pessoas preparadas para exercerem a profissão. “Esse é um momento significativo após três anos de formação, o que é importante para oxigenar e motivar nossa tropa porque será mais um reforço que irá contribuir muito com a nossa corporação. São pessoas que estão qualificadas em todas as áreas para atuarem da melhor forma possível e esse investimento é muito importante para todo o sistema de segurança pública”, declarou.

Os 37 novos aspirantes a oficial da PMPB que concluíram o Curso de Formação de Oficiais (CFO) passaram por 107 disciplinas que somaram 3.530 horas de aula ao longo dos últimos três anos. Os profissionais ficarão responsáveis por comandar e coordenar as ações de segurança pública, gerenciando recursos humanos e logísticos. O oficial é responsável também pelo planejamento de ações e operações, desenvolvendo processos e procedimentos administrativos militares, de estudos técnicos e capacitação profissional, a fim de proteger e preservar a vida dos cidadãos.

“Esse é um momento de vitória muito grande. O CFO é um curso muito intenso. Eu fiquei encantado quando conheci a carreira e senti a vontade de ingressar na Polícia Militar e hoje estou aqui para oferecer o meu trabalho às pessoas com muita técnica, humanidade e diálogo”, falou o aspirante a oficial da PMPB, Wesley Santos.

Já o curso de formação do CBM teve 4.005 horas de aula, divididas em três anos de instruções, incluindo disciplinas como Atendimento pré-hospitalar, Estatística Aplicada, Tecnologia em Operações de Segurança contra Incêndio e Pânico I, II e III, Tecnologia em Operações Terrestres I, em sua grade curricular.

Ao concluir o curso, o aspirante a oficial é reconhecido como Engenheiro de Segurança Contra Incêndio e Pânico, atuando em áreas como ambientes aquáticos, terrestres, em altura, nas atividades de fiscalização, vistoria e perícia em edificações, gestão de recursos humanos e materiais.

“É um momento de alegria e de orgulho porque simboliza uma luta que vem antes do ingresso no curso de formação, envolvendo nossa família e amigos, possibilitando que pudéssemos nos capacitar para servir à sociedade. Vamos nos dedicar da melhor forma possível para prestar um serviço de excelência, nos capacitando continuamente”, disse o aspirante a oficial do CBMPB, Vitor Palhares.

O deputado federal Julian Lemos, os deputados estaduais João Gonçalves e Jutay Meneses, o vereador de João Pessoa, Bispo José Luiz, e auxiliares da gestão estadual estiveram presentes à solenidade.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.