colegio mesquita

Mais de 1,5 milhão de paraibanos não comparece para tomar segunda dose de reforço contra covid-19

Mais de 1,5 milhão de paraibanos não comparece para tomar segunda dose de reforço contra covid-19

Destaque Paraíba
Joaquim
12 de janeiro de 2023
6

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que 1,5 milhão de paraibanos está em atraso para a segunda dose de reforço contra covid-19. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (11), por meio da Nota Informativa nº 03/2023, que trata sobre o número de pessoas sem a primeira e a segunda doses de reforço contra o agravo. No estado, a primeira dose de reforço (REF) está disponível para pessoas com idade a partir de 12 anos; e a segunda (REF 2) é direcionada para pessoas com 30 anos ou mais.

A população estimada de paraibanos com 12 anos ou mais é de 3.359.985 pessoas. Deste total, 1.345.017 não compareceram para receber a primeira dose de reforço contra covid-19. Fazendo um recorte para a população com idade igual ou maior a 30 anos, foram contabilizadas 2.187.300 pessoas, das quais apenas 668.818 receberam o segundo reforço. A cobertura vacinal para este último público é de 30,58%.

Dos 223 municípios paraibanos, apenas Zabelê alcançou a meta de cobertura em ambas as doses de reforço: na localidade, 102% das pessoas com idade a partir de 12 anos recebeu o primeiro reforço e 91% das pessoas com 30 anos ou mais foram protegidas com a REF 2. Os municípios de Bom Sucesso, Curral de Cima, Caraúbas, Joca Claudino e Riacho dos Cavalos atingiram a meta apenas para o primeiro reforço contra covid-19.

As localidades com maiores populações do estado apresentam situação preocupante. João Pessoa tem apenas 51,4% de cobertura do primeiro reforço e 3% de alcance no segundo. Campina Grande tem 50% de cobertura na primeira dose de reforço e 25,82% na segunda. Cajazeiras alcançou 59,7% da população prevista para o primeiro reforço e 33,82% no segundo. Patos teve 65,2% de alcance na primeira dose de reforço e 40,46% na segunda dose.

As vacinas para finalizar os esquemas contra covid-19 das pessoas com idade a partir de 12 anos, que recebem pelo menos um reforço, estão disponíveis em todos os municípios e a SES continua abastecendo as localidades, conforme solicitação de doses. Independente do imunizante utilizado no esquema inicial, é necessário um intervalo de 4 meses entre o esquema vacinal primário e a primeira dose de reforço e, a partir daí, mais 4 meses para o segundo reforço.

 

Portal Paraíba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.