Manoel Jr se reúne com ministro da Saúde e consegue liberação de recursos para concluir hospital regional de Pedras de Fogo

O prefeito de Pedras de Fogo, Manoel Junior, se reuniu, na noite desta terça-feira (27), com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em Brasília, e conseguiu a liberação de recursos, na ordem de R$ 7,4 milhões, para conclusão do Hospital Regional da cidade. “A obra está parada há oito anos e será finalmente retomada. Hoje, o ministro Marcelo Queiro e sua equipe nos garantiram celeridade na liberação dos recursos. O hospital será um grande avanço na assistência e referência à saúde de Pedras de Fogo, para atender o nosso povo e a população de cidades do litoral Sul e parte do Vale do Paraíba”, afirmou.

Antes da reunião com Marcelo Queiroga, Manoel Junior apresentou um histórico da obra aos técnicos do Ministério da Saúde, relatando que o hospital foi iniciado em 2001 pelo ex-governador José Maranhão (in memoriam).

“Além de Pedras de Fogo, Maranhão iniciou a construção dos hospitais de Itabaiana, Queimadas e São Bento. Queimadas e Itabaiana ficaram prontos e foram entregues. No final de 2002, o então governador Roberto Paulino municipalizou o nosso hospital e eu, em 2008, 2009, já como deputado federal, coloquei recursos do Orçamento da União para prefeita Clarice Ribeiro continuar a obra. Ela deu sequencia, mas infelizmente nos últimos oitos anos, na gestão do ex-prefeito Dedé Romão, a obra ficou parada”, explicou.

Manoel Junior revelou que em 2013 o processo foi para tomada de contas especiais, por estar no Tribunal de Contas da União (TCU), sob a tutela do ministro Raimundo Carreiro. “A atual gestão entrou com as ações devidas para responsabilizar judicialmente a quem de direito e está aguardando a liberação do TCU para que o Ministério da Saúde possa retomar a obra, juntamente com a Prefeitura”, declarou.

“Pedimos para o ministério dar prioridade na transferência de recursos para que a gente possa o mais breve possível concluir a obra, agora com ampliação de UTI de 10 leitos e equipar o hospital para atender a região. Na verdade esse hospital será referência para cidades como Alhandra, Conde, Caaporã, Pitimbu, Juripiranga, Pilar e São Miguel de Taipu. Mesmo a região tendo o hospital de Itabaiana, nós teremos um papel importante em áreas como cirurgia geral, traumatologia e cirurgia gineco obstétrica, além de nossa intenção de instalar no atual hospital Distrital uma central diagnostica”, acrescentou.

O prefeito disse também que a expectativa é que a obra seja concluída até o final do ano. “O trabalho continua. Vamos fazer força para que até o final do ano essa obra seja concluída. A parte física, de construção, está praticamente pronta, faltando apenas a parte de acabamento, serviços complementares e equipamentos. A nossa expectativa para a conclusão da obra é muito boa, pois o ministro determinou que sua equipe agilize a consecução do objeto”, ratificou.

 

Blog do Cristiano Teixeira

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *