Micro e pequenas empresas representam 95,4% dos negócios na PB e contribuem para impulsionar economia

Micro e pequenas empresas representam 95,4% dos negócios na PB e contribuem para impulsionar economia

Paraíba
Joaquim
27 de junho de 2024
21

Responsável por contribuir de forma positiva para o desenvolvimento da economia no território paraibano, as micro e pequenas empresas (MPEs) somam 264.261 negócios ativos em todo o estado, segundo levantamento da Usina de Dados do Sebrae/PB. A importância desses empreendimentos para o fortalecimento do ambiente de negócios é celebrada, nesta quinta-feira (27), data que marca o Dia Internacional das Micro, Pequenas e Médias Empresas, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Conforme os dados, 58,9% das mais de 264 mil das MPEs ativas na Paraíba, que também são consideradas como pequenos negócios, são identificadas pela atuação de microempreendedores individuais (MEIs), que totalizam 163.324 negócios. Já as microempresas (ME) representam 87.982 empreendimentos e as empresas de pequeno porte (EPP) possuem 12.955 registros em atividade. Ainda de acordo com os dados, somente neste ano a Paraíba já registrou a abertura de 18.833 novos empreendimentos.

Segundo a gerente da Unidade de Gestão Estratégica e Monitoramento do Sebrae/PB, Ivani Costa, a força desses empreendimentos no contexto do mercado deve ser analisada considerando diversos fatores, entre eles a diversificação econômica, a sua contribuição para o desenvolvimento local e o processo de inovação com foco na competitividade.

“A geração de empregos é o primeiro ponto, pois são negócios que criam muitas oportunidades e melhoram a qualidade de vida das pessoas. Outra característica é a atuação em diversos setores, tornando a economia mais resiliente e fortalecendo os cenários regionais para uma melhor distribuição de renda, além de colaborar também para uma maior inovação, aumentando a competitividade”, explica.

Sobre a contribuição do Sebrae para o fortalecimento das MPEs, Ivani Costa, destaca a oferta de cursos e consultorias, visando melhorar as habilidades de gestão para quem é empreendedor ou sonha em abrir o próprio negócio, assim como orientações sobre como ter acesso a crédito e auxílio para formalização de empreendimentos. O apoio à inovação e adoção de novas práticas e tecnologias é também outro destaque disponibilizado pela instituição através de suas agências em todo o território do estado.

Dados por setores

Considerando o levantamento observando os setores da economia, serviço (45%) e comércio (38,2%) concentram 83,2% das MPEs em todo o território paraibano. Os demais indústria (8,4%), construção (7,9%.) e agropecuária (0,5%) completam os dados. A atividade de comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios é também a mais identificada entre os pequenos negócios.

Em análise a esse contexto, Ivani Costa destaca fatores como: o baixo custo de entrada, a existência de demanda local, flexibilidade e adaptabilidade às mudanças de mercado, assim como a própria capacidade de inovação e desenvolvimento urbano, sendo esses influenciadores do porquê de tantos empreendimentos ocuparem os setores de serviço e comércio. “Esses dados mostram a importância das MPEs na estrutura econômica da Paraíba, contribuindo significativamente para o desenvolvimento e inovação local”, concluiu.

Municípios com maior número de MPEs

João Pessoa, cidade capital do estado, lidera a estatística com o registro de 99.994 micro e pequenas empresas. Em seguida, aparecem Campina Grande (40.575), Patos (9.543) e completam o ranking dos cinco municípios Santa Rita (8.230) e Cabedelo (6.050).

 

Divulgação de imagem: Sebrae/PB

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.