Mulher que teve 75% do corpo queimado ao cozinhar com álcool morre após 1 mês de alta

Mulher que teve 75% do corpo queimado ao cozinhar com álcool morre após 1 mês de alta

Policial
Joaquim
18 de março de 2024
24

Morreu neste domingo (17), a mulher que teve 75% do corpo queimado ao utilizar álcool para cozinhar, na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba. O caso aconteceu no dia 29 de agosto de 2023, e na época, ela estava grávida e perdeu o bebê.

Chayane Alves, de 33 anos, passou seis meses internada no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e havia recebido alta no último dia 4 de fevereiro.

Segundo familiares, a vítima faleceu em um hospital localizado no município de Cabedelo, na Grande João Pessoa, após infecção generalizada. Ainda segundo a família, ela teria adquirido uma bactéria e morreu na manhã deste domingo (17) após sofrer uma parada cardíaca por conta da infecção.

Na época do acidente, Chayane foi transferida para o Hospital de Patos, mas, devido à gravidade do caso foi transferida primeiro para Campina Grande e depois para João Pessoa.

Saída do hospital
A alta hospitalar levou Chayane a morar perto da unidade hospitalar para realizar trocas sistemáticas do curativo. Sem parentes em João Pessoa, ela foi acolhida por uma mulher que conheceu no hospital e que a chamou para morar com ela enquanto durasse o tratamento.

 

 

Portal Paraíba

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.