Operação conjunta cumpre mandados contra investigados por venda ilegal de armas na Paraíba

A Força-Tarefa de Segurança Pública da Paraíba, composta por policiais federais, policiais rodoviários federais, agentes do DEPEN, policiais civis, policiais militares e policiais penais do estado deflagrou, na manhã desta quinta-feira (27/10), a Operação Desarme.

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pelo juízo criminal da 7ª Vara Criminal de João Pessoa. A investigação tem como objetivo apurar a venda ilegal de armas por pessoas que obtiveram registros das mesmas em órgãos públicos mediante a apresentação de documentação falsos, a fim de, posteriormente, comercializá-las a outros criminosos.

Na casa de um dos suspeitos não foram encontradas as armas longas que eram registradas em seu nome, corroborando a tese de que as teria vendido ilegalmente a criminosos. No local foi encontrado um veículo roubado no mês de outubro em Recife, tendo sido lavrada a prisão em flagrante pelo crime de receptação, além de ter sido apreendida uma arma sem registro e diversas munições.

A Força Tarefa de Segurança Pública na Paraíba continua trabalhando visando coibir a compra de armas no mercado regular para posterior revenda a criminosos.

CRIMES INVESTIGADOS

Art. 17 da Lei 10.826/2003 (Estatuto do Desarmamento), art. 2 da Lei 12.850/2013 (Organização Criminosa) e art. 180 do Código Penal, além de outros que venham a ser descobertos no bojo da investigação.

 

 

Portal Paraíba

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.