Operação da PF termina com a prisão de seis pessoas condenadas por abuso sexual na PB

A operação realizada na manhã desta terça-feira (22) pela Polícia Federal para prender condenados por abuso sexual terminou com a prisão de seis pessoas na Paraíba.

A operação “Guardiões da Infância” tem sido realizada em todos os estados do país. Na Paraíba, as prisões de hoje (22) ocorreram nos municípios de Queimadas, Aroeiras, Mulungu, Santa Terezinha, Nova Floresta. A prisão realizada no domingo (20) ocorreu em Itabaiana.

De acordo com órgão, o objetivo da Operação Guardiões da Infância é retirar do convívio social indivíduos que já foram investigados, processados criminalmente e condenados, dando efetividade ao sistema de justiça criminal e impedindo que novos crimes contra crianças e adolescentes sejam cometidos.

As ações da Operação tiveram início em agosto, com cumprimento de mandados de prisão de criminosos que já constavam do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP), mas ainda estavam em liberdade. Além dos detidos na Paraíba, haviam 95 foragidos nos 26 estados do país e no Distrito Federal (DF).

Segundo apurou a reportagem, além da coloração das Polícias Civis e Militares dos Estados, há a colaboração de polícias internacionais. A idade dos condenados que foram presos no país varia desde 24 anos a 97, segundo a equipe da PF responsável pela operação, que segue em andamento.

 

Portal Paraíba

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.