Paraíba deve receber 400 mil doses da vacina contra a Covid-19 em janeiro, diz secretário de Saúde

A chegada da vacina na Paraíba já tem data e quantidade definida por média no primeiro lote que deve chegar no dia 21 de janeiro. Conforme informou em entrevista ao ClickPB, o secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, explicou que 400 mil vacinas devem chegar nessa data.

Segundo o gestor, o primeiro lote será de doses da já aprovada pela Anvisa, a Astrazeneca. Além dessa vacina produzida pelo laboratório britânico, outras duas: Pfizer e Coronavac também devem fazer parte do Plano de Vacinação.

De acordo como ele, o Plano de Vacinação da Paraíba já conta com 320 mil seringas, e a aquisição de três milhões está em andamento, por meio de um processo licitatório.

Na semana passada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu a certificação de boas práticas de fabricação à WuXi Biologics, responsável pela fabricação do insumo farmacêutico ativo biológico da vacina desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford e a Fundação Oswaldo Cruz, ao qual o Ministério da Saúde tem parceria.

A previsão é de que o primeiro lote imunize os grupos prioritários como profissionais da saúde, idosos, indígenas, pessoas com comorbidades, professores, profissionais de forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional.

De acordo com o Ministério da Saúde, 49,6 milhões de pessoas serão vacinadas nas três primeiras etapas do plano, que deve ser concluído em 16 meses – quatro meses para vacinar todos os grupos prioritários e, em seguida, 12 meses para imunizar a “população em geral”.

 

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *