Paraíba tem maior queda de todo país no número de nascidos em 2022

Paraíba tem maior queda de todo país no número de nascidos em 2022

Paraíba
Joaquim
31 de março de 2024
16

A Paraíba registrou uma queda de 9,9% no número de nascidos vivos em 2022, comparando com o ano anterior, segundo as estatísticas do Registro Civil, divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número de nascimentos passou de 54.834, em 2021, para 49.430 pessoas, sendo o quarto recuo consecutivo.

Essa variação negativa foi a maior entre todos os estados brasileiros, ficando acima das médias do país (-3,5%) e do Nordeste (-6,7%). Apenas os estados de Santa Catariana (2%) e Mato Grosso (1,8%) obtiveram variações positivas. O número de nascidos vivos é diferente da taxa de natalidade, por exemplo, que considera bebês que nasceram mortos ou morreram logo depois.

Foto: IBGE

Em relação à idade da mãe por ocasião do parto, a pesquisa indica que a proporção daquelas com menos de 20 anos tem caído ao longo dos anos, passando de 15,7%, em 2021, para 14,3%, em 2022. Em contrapartida, aumentou a participação daquelas que tinham de 30 a 39 anos e 40 anos ou mais, cuja participação em 2022 foi de 32,9% e 3,8%, respectivamente.

Entre os bebês nascidos vivos, 51,2% eram homens e 48,8% eram mulheres. Os meses com o maior número de nascimentos, em 2022, na Paraíba, foram: março (4.673); maio (4.466); abril (4.274); dezembro (4.250) e janeiro (4.231).

Número de óbitos tem variação de -6,9% na Paraíba, a terceira menor do país

Já o número de óbitos ocorridos no estado passou de 33.754, em 2021, para 31.411, em 2022. Um decréscimo de 6,9%, em relação ao ano anterior, menor do que as taxas verificadas para o Brasil (-15,8%) e Nordeste (-9,3%) Todas as unidades da federação apresentaram retração, sendo que o Piauí teve a menor queda (-6,3%), seguido pela Bahia e Paraíba (-6,9%). Os estados do Amazonas (-29,9%) e Rondônia (-26,6%) apresentaram os maiores decréscimos no número de óbitos perante o ano anterior (2021).

MaisPB

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.