Polícia prende grupo do Rio Grande do Norte envolvido em cerca de 10 assaltos na Paraíba

A Polícia Civil de Mamanguape deflagrou uma operação e cumpriu mandados de prisão e busca e apreensão contra um grupo do Rio Grande do Norte que praticava assaltos nas cidades de Mataraca e Mamanguape, na Paraíba. De acordo com informações, o grupo é acusado de praticar assaltos a farmácias, comércios e pessoas, além de roubar carros e fugir com dinheiro, celulares e outros objetos.

“Esse grupo do Rio Grande do Norte, oriundo da cidade de Canguaretama, agia na Paraíba e  aterrorizava os habitantes da cidade de Mataraca e região, onde os acusados praticavam assaltos a farmácias, comércios, transeuntes, levavam carros, dinheiro, celulares e outros objetos”, informou o delegado seccional de Mamanguape, Sylvio Rabelo.

Ainda segundo o delegado, as investigações realizadas pela Polícia Civil da Paraíba, apontaram que o grupo havia realizado cerca de 10 roubos nos últimos dias. “Vários procedimentos já foram concluídos e os mesmos já foram reconhecidos em muitos outros crimes cometidos na cidade, e tais representações foram deferidas pelo Poder Judiciário”, completou.

Um outro preso na ação desta quinta-feira é suspeito de ter praticado uma tentativa de feminicídio.  Os Delegados Sylvio Rabello e Cristiane Medeiros, da delegacia da Mulher em Mamanguape, afirmaram que os suspeitos se encontram presos  e estão à disposição da Justiça.

“Foram mobilizadas equipes da Delegacia da Mulher e outras da Seccional de Mamanguape”, concluiu o delegado Sylvio Rabelo.

Portal Paraíba

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *