Policial baleado pelo filho recebe alta hospitalar e permanece sem sentir as pernas

O sargento da Polícia Militar da Paraíba, Benedito da Silva de Araújo, de 56 anos, recebeu alta médica e deixou o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, na manhã deste sábado (9). Ele estava internado desde o dia 19 de março, após ter sido baleado pelo próprio filho adolescente de 13 anos, em incidente familiar que teve como vítimas fatais a esposa e o filho mais novo do militar, no município de Patos, no Sertão da Paraíba.

Mesmo em alta médica, o sargento permanece sem sentir as pernas, com quadro de paraplegia. “Os membros inferiores ainda se encontram sem sensibilidade motora e sensitiva. Não movimenta e nem sente as pernas”, explicou o cirurgião-geral do Hospital, Caio Guimarães.

Ainda segundo o médico, o policial precisará passar por tratamento multidisciplinar com a participação de fisioterapia, enfermagem e neurologia e acompanhamento médico frequente para tentar recuperar a movimentação dos membros inferiores.

Wscom

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.