Por causa de R$ 600, homem é assassinado a tiros

Um homem foi assassinado em Bonito de Santa Fé, Sertão paraibano, nessa sexta-feira (30) por causa de uma dívida de R$ 600. Francisco Tiago Campos de Oliveira Lopes tinha 23 anos. A Polícia Civil da Paraíba prendeu, na manhã deste sábado (31) um dos suspeitos de cometer o crime.

Segundo o delegado seccional de Cajazeiras, Glauber Fontes, diante das informações sobre a dívida que foram repassadas pelo pai da vítima, os policiais se deslocaram até a cidade de São José de Piranhas e localizaram um dos suspeitos, sendo este identificado como Ângelo Marquês Ribeiro, conhecido Doquinha.

“Na delegacia, duas testemunhas oculares do assassinato reconheceram Doquinha como sendo um dos autores, como também a motocicleta apreendida na residência de um segundo suspeito, Kelvin Gregório, conhecido como Kaká, que fora utilizada na ação delituosa”, informou o delegado.

Com o suspeito Doquinha foram apreendidos quase 2 kg se maconha, 15 cartuchos cal. 38 e 10 cartuchos cal.40. Já o segundo suspeito, Kaká, conseguiu fugir da residência onde estava no conjunto Zuza Holanda, mas a polícia ainda encontrou na residência uma moto Honda de cor preta, substância entorpecente do tipo maconha e material para embalagem.

“A integração entre as Polícias Civil e Militar, bem como o profissionalismo e a dedicação dos policiais que estavam na ocorrência foram cruciais para a rápida elucidação do caso”, destacou o Delegado Seccional Glauber Fontes.

 

 

Paraíba.com.br

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *