Réu acusado de morte no Vale do Piancó é condenado a 19 anos de prisão

O réu Espedito Luis de Barros,  foi condenado a 19 anos e três meses de prisão,  por ter matado, José Lourenço da Silva, crime ocorrido no dia 14 de setembro de 2009, zona rural da cidade de Santa Inês.

O crime ocorreu após uma discussão por causa de um saco de milho, José Lourenço da Silva foi surpreendido pelo acusado que teria chegado atirando várias vezes contra ele, que não teve chance de se defender e morreu no local.

O tribunal do júri decidiu pela condenação do acusado e o juiz Thiago Rabelo, sentenciou o réu 19 anos e três meses em regime fechado.

 

 

Vale News PB

Fonte: Vale do Piancó Notíciais

 

 

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.