Suspeita de mandar assassinar esteticista por R$ 20 mil é presa pela Polícia Civil

Suspeita de mandar assassinar esteticista por R$ 20 mil é presa pela Polícia Civil

Policial
Joaquim
1 de dezembro de 2023
42

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (30), a suspeita de ter mandado assassinar a esteticista Jaidete Oliveira Correia, de 38 anos. O crime aconteceu dentro do estabelecimento da profissional de beleza, em Assunção, no Cariri Paraibano. Segundo a investigação, a mulher teria encomendado a morte da esteticista através do pagamento de R$ 20 mil.

De acordo com a Polícia, Jaidete foi morta por causa de ciúmes de uma ex-namorada do atual marido da vítima. “A mandante tinha muito ciúme de Jaidete e contratou esse homicídio através de um pagamento de R$ 20 mil”, destacou a delegada Maira Moura.

O homem contratado pela mandante chamou outros três comparsas para praticar o crime. Cada um deles recebeu, segundo a apuração da Polícia, a quantia de R$ 500. Dois deles foram até o local onde Jaidete trabalhava com roupas semelhantes às usadas por prestadores de serviços de operadoras de internet. A vítima foi levada até o banheiro e executada.

O crime

A vítima, Jaidete, estava na clínica de estética que era proprietária, localizada na casa de sua própria mãe, quando dois homens em uma motocicleta chegaram no estabelecimento da vítima, bateram na porta e perguntaram pela Jaidete.

Ao confirmar a identidade de Jaidete, os homens informaram que estavam no local devido a uma solicitação para um serviço de manutenção na rede de internet. Contudo, a vítima afirmou que não havia solicitado nenhum serviço daquela natureza e, logo em seguida, um dos homens sacou uma arma de fogo, empurrou Jaidete para próximo a um banheiro do estabelecimento e disparou contra a cabeça da vítima.

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.